União Cristã Evangélica

de Militares e Servidores Civis

em Segurança Pública no Estado de Goiás

Testemunho Aparecida Tavares da S. Martins

Testemunho Aparecida Tavares da S. Martins

Este é o testemunho de uma menina que hoje tem 3 anos, 3 meses e 9 dias. Para o mundo ela hoje está com 36 anos. Esta garotinha nasceu num lar onde o sincretismo religioso era muito presente; pai católico e mãe católica e espírita ao mesmo tempo. Essa garotinha aos 7 anos de idade iniciou seu culto idolatra, a medida que ia crescendo ali foi se aperfeiçoando mais e mais na idolatria, foi catequista, fez vários cursos inclusive para ministra da eucaristia, como membro da renovação carismática católica está realizou muitos cultos, ali ministrava louvor, imaginava ela em sua tola inocência estar cultuando o verdadeiro Deus, nesta fase ela já havia constituído família e ela e seu cônjuge chegaram até a serem eleitos pela igreja a qual estavam presidentes, o tempo passou eles então se mudaram e foram para a igreja local, ali continuaram a perseverar nos cultos idolatras, iniciaram em seu bairro cultos idolatras de casa em casa, carregavam uma imagem de casa em casa, ali rezavam terços, benziam os lares.

Mas isso um dia teve um fim, este casal escolhido pelo Senhor passou pelo vale, pelo oleiro de Jesus; no decorrer de toda essa vida idolatra o Senhor levou para o leito esta jovem, ela então foi tida pelos médicos como uma alienada mental, sofria de uma depressão profunda que a levará para uma clinica psiquiátrica e foi lá naquela clinica que o Senhor começou a trabalhar na vida desta jovem e de sua família.

Seu primeiro dia na clinica foi um choque, uma das pacientes caiu sobre ela na intenção de sufocá-la quando viu sua bíblia sobre a cabeceira da cama e logo a perguntou se ela era evangélica e ela acenou com a cabeça que sim então aquela paciente logo saiu de cima dela e pediu para que cantasse o hino Segura na mão de Deus, ela assustada começou a cantar, e todos os dias naquela clinica aquela paciente ia ata o quarto dessa jovem pedir para que ela lê-se o salmo 23 e cantasse para ela o hino Segura na mão de Deus. E isso ocorria todos os dias, e quanto mais essa jovem ia cantando e lendo o salmo para a paciente, Deus ia trabalhando sobre sua vida, sem que ela ao menos percebesse. Nesta fase seus irmãos idolatras desapareceram, seus familiares tinham dificuldades para visita-la, e com isso ela foi se entristecendo e um dia disse para Deus se o Senhor não a tirasse daquele lugar naquele dia ela então se mataria.

O dia foi passando, ela então ligou para seu esposo e pediu para que ela a tirasse daquele lugar e ele lhe disse que não poderia fazer aquilo pois fora a PM que a havia internado lá ele pensava não poder tira-la sem que ela terminasse o tratamento. Após essa ligação a jovem então ficou desesperada e resolveu que iria se matar, subiu para o andar de cima da clinica e decidiu que iria bater a cabeça sobre os vidros da janela quando uma paciente esquizofrênica a parou em sua frente e lhe disse “Não se mate”, neste momento a jovem foi sentando e chorando feito uma criança, pois ninguém sabia a sua intenção de tirar a própria vida só o

Senhor, e ali Deus foi moldando o seu coração, no outro dia seu marido resolveu assinar para que ela saísse, ela voltou para casa, muitos o criticaram por tê-la tirado antes do termino do tratamento, e foi ali que Deus começou a operar na cura e libertação desta jovem, neste mesmo dia essa jovem teve uma visão de que umas pessoas vestidas como no candomblé entravam em seu quarto, e lhe enfiavam um punhal no peito, então ela começou a gritar, seu esposo tentava acalma-la dizendo que não havia nada ali, foi quando a mãe do rapaz o repreendeu por tê-la tirado da clinica, mas ele pegou sua bíblia(católica) e não rezou pela primeira vez orou ao Senhor num Salmo e pediu para que ele o ajudasse e curasse sua esposa.

No dia seguinte era um sábado e ela dizia que queria receber a unção, pediu para que o marido avisasse o padre para que ele fosse ungi-la com o óleo, o padre não apareceu, mas o Senhor ouviu seu clamor, e naquele dia chegou a sua casa dois servos, o hoje então Capitão César e a Tenente Telma (mulher de fé que há mais de 10 anos vinha orando pela salvação dessa jovem), eles chegaram o Capitão César se apresentou e disse que também era pastor e que ele , a tenente e sua igreja estavam orando por ela, e daí ele perguntou se podia orar por ela, e ungi-la, quando ele disse ungi-la ela então percebeu que eles eram enviados pelo Senhor, a partir daquele momento iniciou-se uma grande batalha espiritual, foram três dias de muita oração, um,a luta travada entre o bem e o mal, no terceiro dia aquela jovem foi liberta, porem ela não quis ir para a Igreja do pastor César, abandonou a idolatria e quando estava prestes a batizar o diabo lhe armou uma cilada, no dia das mães, sua mãe lhe contou um sonho disse que havia sonhado com Nossa Senhora e que ela havia dito no sonho que separaria sua mãe dela, e então a mãe lhe pede para não parar de rezar o terço, não abandonar Maria.

Na sexta – feira daquela semana sua mãe veio a óbito, a jovem se batizaria no domingo, porem isso não se realizou, pois durante o velório seu pastor a repreendeu por não manter uma postura de crente, a jovem então revoltada pega o terço e começa a rezar e diz para o pastor que a partir daquele momento ela estava voltando para o catolicismo.

O tempo passa essa jovem está na igreja católica, mas já não é mais a mesma, algo a incomodava, mesmo realizando rezas de em casa, fazendo celebrações, havia um vazio, uma angustia. No ano de 2005, era dia de Corpus Christi, a jovem estava na praça cívica estava confeccionando os tapetes, usavam serragem, areia para fazerem no chão imagens, quando a jovem começou a fazer uma imagem de uma santa ficou tonta e não conseguiu fazer, parou sentou-se em frente o palco onde estava sendo montado um altar para a missa começou a olhar aquele palco, aquele altar seu espírito naquele momento encheu-se de profunda tristeza e angustia.

De repente chega àquele local o Arcebispo, e todos os ministros são chamados a saldá-lo beijando o seu anel, no momento em que a jovem pega em sua mão e vai neste para saldá-lo o Senhor fala em seu intimo “Não se proste diante do homem”,naquele momento a jovem solta a mão do Arcebispo e sai dali chorando, sem entender o que fizera, os dias passam e ela mais angustiada fica, um belo dia sua vizinha evangélica e que sempre que a via lhe saldava e lhe chamava de irmã foi visita-la, aquela visita foi a do próprio Deus, a jovem então foi dizendo aquela mulher da sua angustia, e disse que não queria morrer sem Deus, perguntou então a mulher onde ela congregava e que dia eram os cultos a mulher espantada lhe disse e informou que o culto seria no outro dia, a jovem então disse que iria lá, a mulher não acreditava naquilo que estava ouvindo , a líder do terço de seu bairro iria na sua Igreja, neste momento a mulher e seu marido saltou e glorificou ao Senhor.

Quando eles saíram de sua casa a jovem foi no altar que havia na sua sala colocou-se diante daquela imagem pegou sua bíblia católica e disse “Senhor se tudo isso que esta acontecendo comigo é tua vontade, então fala comigo aqui nesta palavra, se eu estiver no caminho errado mostra-me, me dê um sinal, pois o Senhor sabe o quanto sou como Tomé, eu não aceito mais recado seu através dos homens quero que fale comigo”.

Neste momento a jovem se prostrou no chão, chorando feito criança e abriu sua bíblia católica aleatoriamente e o Senhor sabiamente lhe respondeu utilizando para isso um livro apócrifo já que a jovem então dizia ser como Tomé. E eis que o Senhor usou aquele livro apócrifo para falar a jovem sobre a origem da idolatria, suas conseqüências, e ali traçar um paralelo entre os adoradores do verdadeiro Deus e os idolatras. (Tudo isso pode ser encontrado na bíblia católica Ave Maria páginas 850, 851, 852, 853 e 854 que trazem o livro de Sabedoria capítulos13, 14 e 15).

Naquele momento passava um filme da vida da jovem , sua vida na idolatria, as pessoas as quais ela estava ajudando o diabo a enganar, e ela então levantou-se chorando e dizendo a Deus que a partir daquele dia em diante ela faria somente a sua vontade, mas que ela queria um sinal, e quando ela foi colocar a bíblia sobre o altar e olhou para a imagem a imagem estava virada de costas, ela então chamou seu filho e lhe perguntou como é que a imagem estava e ele lhe disse “ Mamãe quem virou a imagem”, a jovem então chorando e percebendo a ação do Senhor naquele momento, aproximou-se do altar e quando virou a imagem já não sentia por ela nenhuma reverencia, naquele mesmo instante foi retirando todo o objeto de idolatria de sua casa, quando seu marido chegou ela lhe contou o que havia acontecido, no dia seguinte ambos estavam no culto na igreja da vizinha( Assembléia de Deus do Ministério Bethel, o mesmo ministério ao qual a Tenente Telma e o Capitão César pertencem).

O milagre ocorreu no dia 11 de junho de 2005, no dia 12 a jovem visitou a igreja a palavra ministrada naquele dia foi sobre o Espírito Santo e que somente ele pode convencer aqueles que vivem no engano, principalmente da idolatria. Naquele dia a igreja contava ainda com poucos membros, havia sido reaberta a um mês, sobre a direção do Espírito Santo na confiança do Pastor Melque Sedeque e da Pastora Diva Dorneles, naquele dia a jovem confessou Jesus verdadeiramente como seu único salvador, posteriormente foram seu esposo e filhos, no dia 26 de junho de 2005 a jovem e seu marido desceram as águas, e ali fazem a obra do Senhor fora lideres de jovens, ministraram louvor, hoje estão na secretaria da igreja, e foram ungidos a presbíteros e ainda tem muito a fazer na obra do Senhor. Que este testemunho possa tocar coração:

· daqueles que oram pela salvação de um idolatra;

· daqueles que vivem na idolatria;

· daqueles que ainda pairam alguma duvida sobre milagres.

Esta jovem sou eu SD Aparecida Tavares da Silva Martins, 36 anos, soldado de Cristo e soldado na Polícia Militar de Goiás. Polícia esta que muito tem contribuído no meu crescimento e na minha vida secular e ministerial. A todos os irmãos em Cristo Jesus o meu abraço e A paz do Senhor!

”Congregai-vos, e vinde; chegai-vos juntos, os que escapastes das nações: nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira e rogam a um deus que não pode salvar” .Isaias 45:20