União Cristã Evangélica

de Militares e Servidores Civis

em Segurança Pública no Estado de Goiás

A UMCEB

Em 1976, um militar brasileiro, o Pastor EUCLIDES SCHWARTZ LIMA, participou, pela primeira vez, de um Congresso Internacional da AMCF – ASSOCIATION OF MILITARY CHRISTIAN FELLOWSHIPS, a Associação Mundial de Militares Cristãos. Vivamente impressionado com o trabalho de evangelização e companheirismo cristão entre os militares em outros países, ele se empenhou, quando regressou, para criar no Brasil uma associação que evangelizasse e encorajasse os militares evangélicos no seu testemunho cristão, nas Forças Armadas e Auxiliares.

Assim foi criada em 1979 a ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS EVANGÉLICOS – AOE, que posteriormente denominou-se ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS CRISTÃOS – AOC.

Até 1982 a AOC, que congregava somente oficiais, teve como presidente o Ten Cel IACO ASTORIANO DE SOUZA, do Exército Brasileiro.

De 1983 a 1985 foi seu presidente o Cap EB JOSÉ OLIVEIRA DE ALMEIDA que, desde o início de sua gestão, lançou a ideia de ampliar o companheirismo militar cristão para envolver também as praças e funcionários civis das repartições militares.

Em março de 1984, por ocasião do IV Congresso da AOC, realizado no templo da Igreja Batista da Esperança, no Rio de Janeiro, Capital, foi debatida a proposta de transformação da Associação, o que foi aprovado em 02 de Fevereiro de 1985, em reunião na mesma cidade, nascendo então a UNIÃO DE MILITARES CRISTÃOS EVANGÉLICOS DO BRASIL – UMCEB. Na oportunidade foi eleita uma diretoria provisória com a incumbência de elaborar um anteprojeto de estatuto, no prazo de seis meses, sendo o primeiro presidente da entidade o Ten Cel EB RENATO WRIGTH MAIA.

Em 26 de julho de 1985, realizou-se o II Congresso Nacional da UMCEB, no mesmo local do Congresso anterior, quando foi eleito o primeiro presidente da entidade o Gen. Div. PEDRO LUIS DE ARAUJO BRAGA. Também foi aprovado o Estatuto da entidade, o qual foi publicado no Diário Oficial da União em novembro de 1986.

Em fevereiro de 1987 foi realizado o III Congresso Nacional em Brasília, o qual coincidiu com a realização do III Congresso Pan-americano da AMCF, quando o Gen BRAGA foi reeleito para presidir a União.

Durante todo o tempo de suas existências, tanto a AOC quanto a UMCEB, ampliaram o seu trabalho contatando e identificando irmãos em Cristo nas Forças Armadas e Auxiliares em diversos estados do país, lançando a semente do ideal de fazer com que todos se integrem no companheirismo militar evangélico, tornando-se “TODOS UM EM CRISTO JESUS”, conforme o lema oficial da organização com base em João 17.21.

O IV Congresso Nacional, realizado também Brasília, em julho de 1989, elegeu o Contra-Almirante HUMBERTO ARAÚJO como presidente para o biênio 89/91. Nesse Congresso foram aprovadas as Normas para funcionamento dos Núcleos da UMCEB nas organizações militares.

Em julho de 1991, o Maj. EB. Ref. JOSÉ OLIVEIRA DE ALMEIDA foi eleito presidente no V Congresso Nacional, no Rio de Janeiro, Capital, sendo reeleito no VI e VII conclave realizados na mesma cidade, respectivamente em 1993 e 1995.

A partir de então, visando a ampliação do companheirismo militar evangélico, a UMCEB passou a buscar a integração dos muitos grupos existentes nas diversas forças militares espalhados pelo território nacional.

O VIII Congresso Nacional em Atibaia-SP, em julho de 1997, elegeu o CEL EB QEMA OSIRIS MARQUES DA SILVA JÚNIOR, o qual foi reeleito no IX Congresso Nacional realizado em Salvador-BA, no ano de 1999.

Por conseguinte, na realização do X Congresso Nacional da UMCEB, em Vitória-ES em 2001, foi eleito pela primeira vez um Oficial da Polícia Militar como Presidente da UMCEB, na pessoa do Ten Cel PMSC EMILSON CARLOS DE SOUZA, sendo reeleito presidente em 2003, por ocasião do XI Congresso da UMCEB, quando também foi realizada a V Conferência Sul-Americana de Militares Evangélicos na cidade de Camboriú-SC.

No XII Congresso realizado em 2005 em João Pesoa-PB, no XIII Congresso em 2007 em Caldas Novas-GO, no XIV Congresso em 2009 em Maceió-AL e no XV Congresso realizados em 2011 em Belém-PA, foi reeleito o Cel PMSC EMILSON.

A fim de atender as necessidades de melhor estruturação, não somente para manter a visão de integrar e fortalecer os laços de companheirismo cristão, mas também para apoiar ao trabalho missionário entre os militares, foram criadas Uniões Regionais em cada uma das cinco Regiões geográficas do Brasil, a exemplo da União dos Militares Evangélicos do Sul – UMESUL, que já estava organizada desde o ano de 1997.

Assim, no ano de 2003 foi criada a União de Militares Evangélicos do Nordeste – UMENE; e no Congresso Nacional realizado em 2007, foram criadas as demais Regionais: União de Militares Evangélicos do Sudeste – UMESUD, União de Militares Evangélicos do Norte – UMENORTE e União de Militares Evangélicos do Centro Oeste – UMECO.

Além dos Congressos bienais, em outubro de 2010 foi realizado na cidade de Torres-RS o I Encontro Nacional da UMCEB com a participação de militares de dezenas de estados brasileiros; e em abril de 2012 foi realizado na cidade de São Paulo o I Encontro Nacional de Líderes da UMCEB com participação de militares de vinte e três estados da federação.

Nestes últimos anos, a UMCEB tem procurado divulgar e participar de atividades realizadas pelas diversas Associações, as quais estão organizando seus Grupos/Núcleos em cada estado. O trabalho missionário da UMCEB tem sido muito intenso. Além de integrar todos os estados da federação, chegamos a Portugal e Angola, onde já foram organizados, respectivamente, os MEP – Militares Evangélicos de Portugal e a UMCEA – União dos Militares Cristãos Evangélicos de Angola.

Os momentos maiores nas atividades da UMCEB têm sido os Congressos Nacionais e Internacionais, bem como a realização dos cultos comemorativos nas Forças Armadas e Auxiliares, ocasiões em que a troca de experiências e o compartilhar dos ideais da unidade cristã trazem alegria e revigoramento da fé.

Outras atividades da UMCEB, de ampla e profunda comunhão, têm sido os Encontros com Deus, realizados no horário do almoço em muitos quartéis, bases e repartições militares por todo o Brasil. Também são realizadas reuniões de orações nos lares, abençoando a muitos, salvando, libertando e concedendo vitórias na vida familiar e profissional.

O trabalho da UMCEB tem sido sustentado pelas orações que são feitas também em todas as ocasiões. No decorrer de todo esse tempo tem sido constante e decisivo o apoio e incentivo da AMCF – ASSOCIATION OF MILITARY CHRISTIAN FELLOWSHIPS e ACCTS – Association For Christian Conferences, Teaching and Service (Associação Para Conferências Ensino e Serviço Cristão), a qual dá suporte à AMCF na área internacional, contatando e encorajando militares evangélicos em todo o mundo para organizar associações para o companheirismo cristão evangélico.

Muitos comandos militares têm aprovado em suas unidades as Normas para Funcionamento das diversas associações em todo o país, com a publicação em Boletim Interno da criação dos Núcleos. Temos sido solicitados a ministrar instruções de assistência religiosa aos militares evangélicos e interessados. Essa experiência tem apresentado excelentes resultados, pois melhora o nível moral, espiritual e disciplinar da tropa, trazendo alegria e satisfação aos comandos, aos militares alcançados pelo Evangelho e a nós, obreiros da UMCEB, porque vemos o Senhor confirmar a obra de nossas mãos.

Os líderes e membros da UMCEB são orientados e estimulados a trabalhar em amor e unidade, cooperando para alcançar a família militar e policial do Brasil para o Reino de Deus, sendo fiéis às recomendações do Senhor Jesus, contidas na sua palavra, conforme o nosso lema: “QUE TODOS SEJAM UM… PARA QUE O MUNDO CREIA! TODOS UM EM CRISTO JESUS” – UMCEB: UNINDO OS MILITARES DO BRASIL PARA EVANGELIZAR O MUNDO.

VISÃO DA UMCEB: divulgar a palavra de Deus aos militares e atuantes da segurança pública nos Estados da Federação.

MISSÃO DA UMCEB: apresentar Jesus Cristo como mediador, único salvador entre Deus e os homens, com o auxílio de missionários.

VALORES DA UMCEB: atuar com temor a Deus, disciplina, ética, obediência e respeito às leis aos regulamentos